O Instituto da Oportunidade Social também chega a Barueri com oferta de cursos gratuitos de capacitação

 

São Paulo, 25 de abril de 2016 – Nos últimos cinco anos, o Instituto da Oportunidade Social (IOS), organização sem fins lucrativos que oferece cursos de capacitação profissional a jovens de baixa renda e pessoas com deficiência, viabilizou o acesso ao trabalho para aproximadamente 3.900 pessoas por meio de seu programa de empregabilidade. Segundo o IBGE e o Ministério do Trabalho, 45% dos desempregados no Brasil são jovens e apenas 0,71% das pessoas com deficiência estão empregadas no País. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) aponta que, no mundo, o total de pessoas desempregadas pode chegar a 3,4 milhões até 2017. Até o final de 2015, somente no Brasil foram perdidas aproximadamente 1,5 milhão de vagas de trabalho. A OIT prevê que até 2017, 700 mil brasileiros serão adicionados neste quadro.

Com o objetivo de tornar este cenário mais positivo, o IOS vem ampliando o seu campo de atuação na oferta de cursos gratuitos profissionalizantes aliados ao seu programa de empregabilidade destinado a jovens e pessoas com deficiência.  Desde o seu início, o IOS já capacitou 27 mil pessoas. Após o curso, a renda das famílias dos alunos aumenta cerca de 41%, graças à conquista do primeiro emprego.

Neste mês de abril, uma parceria com o Programa Rotário para Jovens (PROJOV), entidade socioeducacional sem fins lucrativos da zona Oeste da Grande São Paulo, possibilitou que os programas de capacitação do IOS chegassem a Barueri. A partir deste mês, os 80 alunos do Programa PROJOV de Capacitação Profissional darão continuidade ao curso com o programa do IOS que inclui extensão escolar, com aulas de reforço de matemática e língua portuguesa, educação digital, que envolve internet e pacote Office  e software ERP. O curso é voltado para jovens entre 15 e 17 anos, ministrado na prática em ferramenta TOTVS, permitindo que o aluno compreenda o funcionamento completo de uma empresa, além de aprender a operar um sistema de gestão. “O objetivo é ampliar a nossa capacidade de formar profissionais prontos para o mercado de trabalho, oferecendo acesso também aos jovens desta região”, explica Kelly Lopes, gestora do Instituto. A expectativa é que após o término desta turma, as vagas sejam abertas para novos estudantes da região.

Sobre o IOS

Comprometido com a empregabilidade de jovens e pessoas que possuem deficiência física, visual parcial e/ou auditiva que tenham menor acesso às oportunidades do mercado de trabalho, o IOS, que acaba de completar 18 anos, desenvolve projetos de capacitação gratuita em temas variados. “Tecnologia”, “Comunicação” e “Administração”, por exemplo, compõem a grade de cursos. Qualificado como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público -, o IOS já capacitou mais de 27 mil profissionais para os setores de Tecnologia da Informação, Administração, RH e Atendimento ao Varejo. A instituição é mantida por empresas privadas como a TOTVS – sua fundadora e principal mantenedora – além da IBM, Accesstage, Atlas Schindler, Brasilprev, Certisign, Rede Globo, Vedacit, Zendesk, dentre outras.

Mais informações: www.ios.org.br

 

Sobre o PROJOV

Presente no mercado desde 1998, o PROJOV– Programa Rotário para jovens, é uma entidade socioeducacional sem fins lucrativos da zona Oeste da grande SãoPaulo.

Com sede em Barueri e atuação nas cidades de Osasco, Carapicuíba, Santana de Parnaíba, Jandira, Itapevi e Pirapora do Bom Jesus e administrada pelos Rotarys clubes de Alphaville, Barueri e Tamboré, a instituição forma, capacita e desenvolve adolescentes de 15 a 17 anos em situação de vulnerabilidade, através do Programa PROJOV de Capacitação Profissional, complementando a formação de adolescentes  deste perfil, promovendo a cidadania, habilidades e competências para a vida produtiva.